Carlos Leitão

Carlos Leitão

VS Management

Agenciado por

Fado in a Box

Carlos Leitão transforma qualquer palco numa “Sala de Estar”, acolhedora, vestida de cumplicidades, ao jeito da tertúlia alentejana, da boa e enriquecedora conversa, um espaço de partilha em que o letrista, músico e compositor se revela, por completo.

Carlos Leitão transforma qualquer palco numa “Sala de Estar”, acolhedora, vestida de cumplicidades, ao jeito da tertúlia alentejana, da boa e enriquecedora conversa, um espaço de partilha em que o letrista, músico e compositor se revela, por completo.

Agenciado por

Carlos Leitão tem 38 anos. Nasce em Lisboa e vive em Corroios até aos 24 anos, antes de partir para o Alentejo, onde tem as suas raízes familiares, mais concretamente em Arraiolos, onde mantém a casa e a esperança do regresso.

Cedo sonhou tornar-se jornalista, mas, paralelamente, estuda viola de fado a partir dos 11 anos, na mesma altura em que vence a Grande Noite do Fado, no Coliseu dos Recreios, como fadista, na categoria infantil.

Forma-se em Comunicação Social e trabalha em diversas publicações, como os jornais Autosport, A Bola, Diário de Notícias, entre outras, mas, por razões várias, deixa o jornalismo e Lisboa e, aos 24 anos, “exila-se” em Arraiolos durante 10 anos. É durante esse período que começa a dedicar-se à música de uma forma mais séria e profissional.

Em 2011, aceita o convite de Mário Pacheco e passa a fazer parte do elenco fixo do Clube de Fado, em Alfama, onde ainda hoje toca e canta semanalmente, de domingo a quarta feira.

Em 2013 edita o seu primeiro disco de originais “Do quarto”, totalmente composto e pensado em função da realidade e da vivência de uma década no Alentejo.
Ainda nesse ano, volta a viver em Lisboa, imprime uma grande mudança na sua vida pessoal, e começa a planear aquele que viria a ser o seu próximo disco, “Sala de Estar”.

2017 torna-se “o” ano de Carlos Leitão!

Inicia o ano com a 5ª tour de 14 concertos na Áustria e lança o seu segundo disco de originais em março.

Inicia a tour nacional, no CCB em maio, passa por palcos tão distintos, como o “Vivá Música” da Antena 1, a Feira de S. João e o Teatro Garcia de Resende ambos em Évora, Castelo de Arraiolos, Festas de Corroios, Festival Primavera da Rádio Amália, entre muitos outros.

2018 inicia-se com a 6ª tour de 12 concertos na Áustria, em Lisboa atua entre outras salas, no Museu de Lisboa e no Museu do Fado.

O fadista revela segurança, maturidade e consistência raras e leva aos palcos o Fado, tal como o sente, inteiro.

Numa viagem permanente e intensa entre as composições originais e o fado tradicional, este lisboeta “de sangue e alma alentejanos” visita o seu primeiro disco, “Do Quarto” (editado em 2013), passa por alguns fados que interpreta desde sempre e concentra o restante alinhamento no seu mais recente trabalho, “Sala de Estar”, interpretando as suas próprias letras, musicadas por nomes como Mário Pacheco, Jorge Fernando, Rui Veloso e Júlio Resende, entre muitos outros.

Inerente e indissociável da sua alma e do seu coração, é igualmente o Cante Alentejano, e também neste campo, convida os espectadores a viajarem com ele…

Carlos Leitão transforma qualquer palco numa “Sala de Estar”, acolhedora, vestida de cumplicidades, ao jeito da tertúlia alentejana, da boa e enriquecedora conversa, um espaço de partilha em que o letrista, músico e compositor se revela, por completo.

O apoio da Antena 1, da Associação Mutualista Montepio e o recente prémio “Mais Música” atribuído pela revista “Mais Alentejo”, mostram que o público e a critica são unânimes, Carlos Leitão, está no inequívoco patamar dos melhores.

Em 2019, sai o seu terceiro disco de originais…

VS Management | Carlos Leitão
Reproduzir vídeo
VS Management | Carlos Leitão
Reproduzir vídeo
Reproduzir vídeo
VS Management | Carlos Leitão
Reproduzir vídeo
VS Management | Carlos Leitão
Reproduzir vídeo
VS Management | Carlos Leitão
Reproduzir vídeo
Reproduzir vídeo
VS Management | Carlos Leitão
Reproduzir vídeo

Carlos Leitão